quarta-feira, 5 de dezembro de 2012

O mais famoso sem-abrigo do momento afinal tem casa no Bronx

In Público

Resumindo, o tipo não só tem casa, como recebe um subsídio vitalício, não usa as botas porque não sei o quê e agora quer receber dinheiro pelo sucesso da fotografia na internet.
É por estas e por outras que eu tenho sempre uma atitude cética no que respeita aos pedintes em geral e em particular àqueles que têm posto fixo, por exemplo um semáforo, sempre o mesmo semáforo, dia após dia, ano após ano. A culpa não é minha, acontece é que no Porto a malta se dedica a criar mitos urbanos sobre o tema. Por exemplo, diz-se que a velhinha que está no semáforo da Avenida da Boavista para a Rotunda tem dinheiro e não precisa daquilo para nada.

É claro que isto funciona porque há um entendimento tácito, em que toda a gente faz de conta que é verdade para justificar não dar nada e volta e meia lá se ouve “dizem que é muito rica, até é dona de prédios ali na avenida…”. Obviamente isto cai por terra quando alguém mais desatento se sai com um "não sejas estúpido", que obriga a malta a meter as mãos nos bolsos e olhar para o chão, enquanto dá pontapés nas pedrinhas.

5 comentários:

Maria D Roque disse...

Nunca vos aconteceu ver a pessoa que estava sentada ao vosso lado no autocarro arregaçar uma perna das calças , sentar-se no chão e de repente começar a abanar-se de mão estendida ? É que ficou aleijado assim tipo intantâneo....

Maat disse...

o quê? essa velhinha tem dinheiro? ainda outro dia lhe dei 1€!
ela faz-me um bocado de aflição. para além de ser super velhinha, anda ali sempre no meio dos carros, sem medo que a atirem ao chão.

RCA disse...

Maat, eu disse boatos.
A mim o que me incomoda é que às vezes fico com medo que ela me bata.

Maria Costa disse...

Coitadinha da velha! Deve ser o hobbie dela e ainda ganha uns cêntimos.

Lux disse...

O que me ri agora.
Verdade... já tive uma cena dessas com a velhinha em causa!

Lux