sexta-feira, 25 de outubro de 2013

França e Alemanha vão liderar negociações anti-espionagem com os Estados Unidos

In Público

Portanto, agora, em vez de serem só uns cabrões a meterem-se nas nossas vidas (quer dizer, não será propriamente nas nossas, porque, basicamente, ninguém quer saber o que por cá se passa), vão ser três, e dois deles até costumam comer à mesa connosco (quer dizer, não será propriamente comer, costumamos servi-los).

2 comentários:

desabafosemrodape disse...

pessoalmente acho mal que tenhamos ficado de fora destas "cenas "das escutas. está bem, que nós por cá já tivemos episódios dinâmicos à volta desta temática. mas são receitas caseiras. agora, sermos escutados pelo "grande satã?" os alemãos são, e nós não porquê? porque somos pobres e resgatados, é isso? acho mal.peço desculpa se me excedi.

Gado Amarrado disse...

Não, não! O direito à indignação em primeiro lugar. Vamos criar um movimento, já!