sexta-feira, 28 de setembro de 2012

50 sombras de Grey

Provavelmente em vez de críticas literárias, vou começar a ler entrevistas dos autores.

A autora do "50 sombras de Grey", E. L. James, veio dizer em entrevista que se inspirou nos livros da saga "Twilight" (suponho que usem a palavra saga para lhe dar credibilidade), mas que achava que aquilo era pouco picante e que os vampiros eram assim um bocado para o totó.

Felizmente não me posso pronunciar. Não consegui ler mais de 4 páginas do primeiro livro da dita saga, porque tive a sensação que estava a ler uma composição da segunda classe, ao estilo "eu gosto de leite, o leite vem das vacas, eu gosto das vacas, as vacas são boas porque dão o leite". E a verdade é como o azeite e vem sempre acima. Tive exatamente a mesma sensação quando li as primeiras 4 páginas do "50 sombras de Grey" e agora já percebo porquê.

Em todo o caso está aqui um nicho de mercado para explorar. Por exemplo os livros da Enid Blyton. O Nody sempre me pareceu um palerma e aquele Mafarrico deve ser levado da breca. Ou então os cinco - duas raparigas, dois rapazes e um... Esqueçam...

Tenho é de começar a ensaiar a reação, para o caso de chegar a casa da minha mãe e encontrar por lá o Grey pousado na sala.

5 comentários:

Pedro disse...

oh pá, tu lês desses livros? com todo o respeito acho, pelas criticas que li nem a tua mãe ia gostar.Não posso comentar, mas depois de tantas criticas e tão más que nem me deu vontade de espreitar.Mas se pega temos a MRP e outras que tal a mudarem para esse tipo de escrita. "Money is money"

Maria D Roque disse...

Não pspo Grey nem Saga shit. .. e vi o 1° filme enganada

RCA disse...

Um gajo tem de tentar manter-se informado e perceber do que se fala. Mas realmente só deu para ler as primeiras páginas.

De qualquer forma, se é porn que as mamãs querem porque não vão à net?

Raquel disse...

Pelas estatísticas são mais os papás que procuram porno na net e vi mais comentários de homens a este livo que de mulheres.

RCA disse...

Bom, mas nesse caso signifca que os homens começaram a ler mais :)