sábado, 16 de março de 2013

Passos Coelho: “Previsões são apenas previsões”

In Público

Aparentemente o primeiro ministro vai começar a falar por chavões. Isto até podia ser mais uma maneira para nos entreter, não fosse o caso de se estar a referir ao crescimento, ou falta dele, da economia e do emprego. Os comentadores políticos tentam agora antecipar qual será a próxima banalidade de que dirá. Pela minha parte, sou capaz de apostar em "um euro é um euro".

2 comentários:

Pedro disse...

O que ele podia fazer era nem falar, para bem de todos nós. Talvez fazer mais, se é que ele sabe, e falar menos, nem grunhir podia.

Maria D Roque disse...

Pois o que é que haviam de ser, as Centúrias ?!? O gajo não é o Nostradamus, pah , mas é igualmente aldrabão : diz umas coisas vagas que são interpretadas ao belo prazer de cada um, e depois(pasmai!!) predizem sempre uma cena qualquer !!! Incrível !!! O Nostradamus só é melhor pessoa, porque já morreu...