terça-feira, 22 de janeiro de 2013

Ministro japonês diz que idosos doentes devem “morrer rapidamente” para o bem da economia

In Público

Bem, confirma-se, a imbecilidade não escolhe nações! Mas, aparentemente, escolhe o título ministerial...

8 comentários:

Pedro disse...

Olha se a moda chega cá. Como só copiamos o pior.Acho que vou dizer aos meus avós para emigrarem.

Maria Costa disse...

Pelo menos diz rapidamente e não uma morte lenta:)Os velhinhos japoneses vão começar a praticar harakiri. Vai ser um ver se te avias.

Lux disse...

É mais uma coisa de classes que de nações.
RCA, eu tive formação sonae.
Aliás, foi a minha primeira formação no mundo do trabalho e, talvez por isso, por vezes seja exigente demais.

Lux

RCA disse...

Lux, o ministro das finanças japonês também teve formação sonae? :)

Pedro disse...

Lux, essa não percebi? Será que o Belmiro também quer matar os nossos velhos? Olha que ele já não é muito novo.

Sílvia disse...

Eu conheço um médico (um, mas devem haver mais) que diz com todas as letras que "os velhos estão a durar demais"... Eu sei que para lá vou, mas não deixa de ser verdade!

Anónimo disse...

Há velhos e velhos. Se estão naquela fase quase vegetativa, sim estão a durar demais mas e aqueles que estão melhor do que nós? Felizmente há tantos. Não digam disparates e façam mas é filhos para a diferença não ser tão grande e deixem os velhos em paz que se estão a gastar ja contribuiram anos e anos.

Lux disse...

RCA, mas uma pessoa já nao se pode enganar e responder no post errado???
Bolas, que não perdoam nada. São piores do que eu.

Lux