segunda-feira, 12 de novembro de 2012

Angela Merkel #2


Eu sei que não parece, porque até sou muito discreto, mas a verdade é que eu... não sei como hei-de dizer... não suporto este governo. Nem o governo nem o presidente da república. Até que enfim! Tinha isto reprimido dentro de mim e já estava exausto com o esforço de disfarçar.

Mas mesmo assim não posso deixar de ter pena dos dois. É que receber esta gaja deve ser bem pior que receber a sogra do inferno. De certeza que a tipa se vai pôr com bocas e indiretas desde que sai do avião. O vermelho da passadeira (nunca ouvi dizer passadeira encarnada) é demasiado escuro. As fardas dos policias estão mal engomadas. As jantes dos carros estão mal lavadas. Estás demasiado sol. Com sorte, ainda se vai dar ao luxo de ajeitar o nó da gravata do Passos Coelho. Não me surpreendo nada se o Cavaco se passar de vez durante o jantar e lhe enfiar uma chapada.

5 comentários:

Rosa Cueca disse...

Alguém tem de lhe dizer que é uma mal comida :/...

Pedro disse...

Se o Cavaco lhe desse uma lambada, juro que até votava nele (jurar, não juro).RCA, tu não gostas de ninguém, meu. Eles são os bloquistas, os comunistas, o governo, o PR. Pensando bem acho que deves ser anarquista.

CM disse...

De tudo isso, o que mais a deve ter irritado foi o Sol, que isto é pessoa para ser cinzentona!

PS - mais depressa o Cavaco levava um chapada dela, que se virava do avesso...

RCA disse...

Eu sei CM, eu sei... Infelizmente eu sei, porque aquilo é gajo para bater a bolinha baixo em casa.

Maria D Roque disse...

Belém parecia a ilha do Castaway, com meia dúzia de Tom Hanks a olharem com cara de parvos para uma multidão de polícias colocados de 5 em 5 centímetros, que nem sequer deixavam atravessar as ruas... e isto durante 5 horas !!! ... Sem um raio dum Wilson para desabafar, quando depois de meia dúzia de carros funerários pretos vem o XPTO da Senhora, os privilegiados que estavam a cerca de 200 metros (praí 20 ou 30) gritaram "P*TA" em uníssono e envergaram ostensivamente um cartaz que dizia «Relvas geh zur euni» ... depois das 15:30h, continuávamos na ilha- eu marchei a pé não sei quantos quilómetros para poder ir para casa- e parece que se prolongou até depois das 18 horas. Fazendo minhas as palavras do Sr. PR, quando era primeiro ministro " Deixem-nos Trabalhar !!!!"... é que roubar aos pobres para gastar com os ricos em manifestações de opulência de fachada, é ridículo e revoltante....