quinta-feira, 22 de novembro de 2012

Os perigos da globalização

Na segunda feira tive uma reunião com um indiano. Apertei-lhe a mão no início e no fim, durante estivemos num gabinete duas horas. O mundo é a nossa casa, internacionalizar é o que está a dar, é preciso subcontratar nos países emergentes e pimba, uma constipação demolidora.

Não deve ter nada a ver com o outono e frio, foi de certeza o indiano que ma passou. É uma constipação indiana. Os tipos fazem de propósito para retribuir as gripes que a malta lhes levou em 1500. Se bem que este era mesmo indiano e não índio. Estou aborrecido, já não fui à empresa à tarde (pode não parecer, mas há uma diferença subtil entre dizer "à" e "para").

De qualquer modo, se o dia já estava estragado, tive um esgotamento nervoso com a palerma que me atendeu na farmácia. A tipa estava a registar os medicamentos com a "pistola" que lê códigos de barras no seguinte esquema: pegava num medicamente, pegava na pistola, apontava a pistola ao medicamento, registava, pousava o medicamento, pousava a pistola, carregava enter, pegava num medicamento, pegava na pistola, apontava a pistola ao medicamento, registava, pousava o medicamento, pousava a pist... Neste momento estive quase para gritar "não pouse essa merda, use a outra mão para carregar enter e pegar na próxima caixa", mas comecei a chorar. Não tanto de desespero, mas comovido com o olhar de felicidade da moça por ter conseguido completar o ciclo de registos. No fundo aquilo devem ser os jogos sem fronteiras para estagiários de farmácia. Tenho pena, não tinha nada à mão para lhe oferecer como prémio a não ser um  lenço de papel ensopado de r... Olha, o chá já está frio!

8 comentários:

Princesa Tagarela disse...

Era sacar-lhe a pistola e dar-lhe com ela na cabeça!!

[ mas isto sou eu que já nasci assim para o "desempacientada" ]

Sílvia disse...

É, as gripes indianas são do pior! As melhoras!

Pedro disse...

Estou a ver que a tua vida dava um filme indiano. As melhoras e uma suadela que faz bem.
Sílvia, ainda não fui desta.Espero que não fiques gripada. Agasalha-te que eu quero-te sempre de perfeita saúde.

Sílvia disse...

Suadela a 4 joelhos?! É essa a expressão usada por cá!!

Eu ando sempre agasalhada e não contactei com o Gado, nem com nenhum indiano, por isso tudo controlado!!

Maria D Roque disse...

Chá de limão quase a ferver com mel e bagaço de vinho verde, mais um ou dois cobertores polares e uma garrafa de água de 1,5l e amanhã estás finíssimo para regressar a Bollywood....

RCA disse...

Vou ali falar com a patroa sobre essa coisa da suadela a 4 joelhos... um momento.

Anónimo disse...

A patroa está in ;)

Pedro disse...

Gostei da "patroa" mas não quero interromper nada. Por nós estejam à vontade, não se incomodem.