segunda-feira, 19 de novembro de 2012

George Clooney

Houve um tempo em que as figuras públicas não nos lixavam com as merdas da sua vida privada. Ninguém sabia se Fulana usava ou não cuecas, se Sicrano bebia como se não houvesse amanhã ou se Beltrana era viciada em sexo. Havia rumores, mexericos, mas a malta tinha de esperar que esta gente morresse para começarem a aparecer os testemunhos póstumos dos "amigos" e as biografias (a autorizada, a não autorizada e a da filha que não deu nada como cantora, mas que de repente se lembrou que era violada pelo pai desde os 12 anos).

Por mim estava bem assim, porque para misérias já me chegam as minhas, mais aquilo que tenho de gramar quando alguém resolve desabafar na mesa do lado no restaurante ou na sala de espera de um consultório médico.

Mas porra! Nem tanto ao mar, nem tanto à terra.  Este gajo deve ter o maior armário de Hollywood. Deve dar para viver lá dentro. Ele e os gaj...

10 comentários:

Maria Luís disse...

Porque é que os homens quando há um homem bonito e muito desejado pelas muheres, acha sempre que ele é gay?

RCA disse...

"Porque é que os homens quando há um homem bonito e muito desejado pelas muheres", quando é visto com mulheres, depois elas só dizem que ele é muito amigo... Muito amigo?

Maria D Roque disse...

Gajos bons, são gajos bons...

RCA disse...

Rock Hudson?

Sou só eu que estabeleço a ligação? O post original tinha uma comparação, mas depois ocorreu-me que quase ninguém ia saber quem foi.

Maria D Roque disse...

O Rock Hudson era um gajo bom ?... falta de gosto... Cary Grant... Mel Gibson no tempo dos Mad Max, o Robert Redford e o Paul Newman no Butch Cassidy and the Sundance Kid... pois, se calhar muito pouca gente sabe quem firam, ou antes, como eram...

Maria D Roque disse...

foram... :\

Anónimo disse...

O Rock Hudson não era um gajo bom? Ok, são gostos. Concordo, gajo bom é bom qualquer que seja a orientação sexual só que é um desperdício como é o caso se o Clooney for gay.

Maria D Roque disse...

Convenhamos que o Rock era um bocado bimbo, assim tipo Marco- Paulo-sem-permanente e só fazia filmes melosos e um tanto pimba com a Doris Day (Gigante à parte, claro) era um engraçado boy next door, com um dorriso bonito, mas gajo bom, não, e não digo isto por ser gay, atenção... por exemplo. o Rupert Everett é (era) um gajo bom

Dri disse...

não percebi puto...

Sílvia disse...

:O ... O quê??
O Clooney é gay?!
Nãããããooooo... :'(