sábado, 20 de outubro de 2012

E se de repente...

...um gajo acorda de manhã, começa a acariciar o braço e não sente nada, antes de desatar a gritar que está paraplégico, convém lembrar-se que:
- a paraplegia é nas pernas;
- se estivesse tetraplégico, não acariciava braços nenhuns;
- é bem provável que esteja a acariciar o braço de outra pessoa.

7 comentários:

Sílvia disse...

Não vou perguntar porque razão irias acariciar o teu próprio braço... Vou deduzir que seja como darmos abraços a nós próprios!!
Nunca me aconteceu tal situação, daí me parecer... digamos, estranho!!

Maria Costa disse...

A isso chama-se SONO mas quem ficou a ganhar foi o outro braço :)

Maria D Roque disse...

Pá, eu acordo assim todos os dias ! Todos os dias não sinto um qualquer membro, que " adormeceu" antes de mim, e continuou a dormir depois de eu acordar. Mas, pá, eu sou VELHA e ando sempre cheia de bichos e carapaus!! :D

RCA disse...

Eu acordo todos os dias a acariciar um corpo... É a minha sina.

alpha L disse...

Pensei que ias contar uma daquelas situações em que acordas com o braço de tal modo adormecido que nem o sentes, nem sequer aquele formigueiro. Já me aconteceu. Já me aconteceu acordar e não sentir os dois braços... Foi estranho... Durante uns minutos parecia que não tinha braços. -.-'

Rosa Cueca disse...

Ui vidinha difícil, acordar a acariciar outro braço que não o nosso :P

Sílvia disse...

Mesmo alpha L... É muito mau! a mim acontece-me se adormecer com os braços para cima da cabeça, o sangue não deve circular tão facilmente e olha, deixo de sentir os braços, já cheguei a pensar que qualquer dia cai-me um!! É horrível!!